Browser não suportado!!!
Para melhor visualização, o Boletim Jurídico recomenda a utilização do Mozilla Firefox ou Google Chrome

Portal Boletim Jurídico - ISSN 1807-9008 - Brasil, 21 de outubro de 2019

Manual para a construção de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC)

 

Benigno Núñez Novo

 

TCC é a sigla para Trabalho de Conclusão de Curso, um trabalho acadêmico de caráter obrigatório e instrumento de avaliação final de um curso superior. É elaborado em forma de dissertação, visando à iniciação e envolvimento do aluno de graduação no campo da pesquisa científica.

O TCC tem por finalidade estimular a curiosidade e o espírito questionador do acadêmico, fundamentais para o desenvolvimento da ciência.

PRÉ PROJETO DE PESQUISA

Descrevemos como deve ser desenvolvido cada tópico de um pré projeto de pesquisa.

Introdução. Na introdução, você vai fazer uma breve apresentação do tema.

Histórico. ...

Problema. ...

Hipóteses. ...

Objetivos geral e específicos. ...

Justificativa. ...

Metodologia. ...

Referencial teórico.

Para elaborar um bom pré-projeto, deve-se seguir um roteiro básico para organizar a estrutura do conteúdo. É importante se atentar ao tamanho ideal que deve ser de cinco páginas e a outros elementos que são fundamentais para deixar o seu projeto estruturado corretamente.

O pré-projeto é composto de três partes:

Elementos pré-textuais – capa, folha de rosto, resumo e palavra-chave e sumário;

Elementos textuais – introdução, justificativa, objetivos, metodologia e cronograma;

Elementos pós-textuais – referências e anexos

Para formatar o seu pré-projeto, deve-se utilizar a fonte “Times New Roman”, tamanho 14 para os títulos e subtítulos, tamanho 12 para o texto e tamanho 10 para figuras e tabelas.

Antes de estruturar o pré-projeto, é necessário escolher o tema que será desenvolvido. Logo depois, deve ser colocado a introdução, histórico, apresentar o problema, as hipóteses, os objetivos, a justificativa, metodologia, colocar o referencial teórico, o cronograma e finalizar com a bibliografia.

1. Introdução

Na introdução, você vai fazer uma breve apresentação do tema. O estudante deve explicar porque decidiu por esse tema, como chegou a esse assunto, porque merece ser estudado, pesquisado e ser o foco central do seu projeto. Faça um contexto que tenha sentido, não deixe o tema solto no início do pré-projeto.

2. Histórico

Em um ou dois parágrafos deve ser criado um breve histórico do seu pré-projeto. Explique como iniciou historicamente o tema, como se desenvolveu durante os anos e como está atualmente. É importante mostrar a evolução ao longo do tempo.

3. Problema

O problema é o questionamento que serve de base para formular o conteúdo do trabalho científico. O ideal é colocar esse tópico na forma de uma indagação, ou seja, a pergunta que será respondida com a realização da pesquisa. Se o seu tema não tem como se transformar em pergunta, ficará mais difícil de desenvolvê-lo.

Fique atento ao especificar o problema. A resposta a ele precisa está clara ao longo do projeto. Não adianta determinar um problema que você não conseguirá resolver. Ele também é um ponto importante para você avaliar se o seu tema está bom ou não.

4. Hipóteses

É interessante reservar um espaço para apresentar as hipóteses, ou seja, suposições que serão validadas ou desconsideradas após a realização da pesquisa. Ao estabelecer as hipóteses, você está se comprometendo com o leitor que irá testá-las durante o seu projeto. Portanto, estipule hipóteses reais para o seu tema.

5. Objetivos geral e específicos

Defina o objetivo de estudo, ou seja, o principal alvo da investigação proposta pelo projeto. Com base nessa afirmativa, crie o objetivo geral que nada mais é que o tema precedido de um verbo no tempo infinitivo.

Os objetivos específicos são as etapas que precisam ser cumpridas para realizar o principal objetivo. Pois bem, para desenvolvê-lo, estipule um assunto em geral que será sua primeira etapa do objetivo específico.

Defina o objetivo de estudo, ou seja, o principal alvo da investigação proposta pelo projeto. Com base nessa afirmativa, crie o objetivo geral que nada mais é que o tema precedido de um verbo no tempo infinitivo.

Os objetivos específicos são as etapas que precisam ser cumpridas para realizar o principal objetivo. Pois bem, para desenvolvê-lo, estipule um assunto em geral que será sua primeira etapa do objetivo específico.

Para a segunda etapa deve-se determinar o ponto de vista e a palavra de ligação deve ser a última etapa dos objetivos específicos.

6. Justificativa

O pré-projeto de pesquisa em graduação ou pós-graduação também exige uma justificativa que deve ter de dois a três parágrafos, num total de 12 linhas. Nesse tópico, o estudante deve destacar a relevância do tema e contextualizá-lo dentro de uma realidade específica. Responda: Por que a pesquisa é necessária? Qual será o impacto desse estudo? Levante dados e estatísticas para provar a importância do tema. Não deixe de especificar as fontes consultadas para dar mais autoridade as suas respostas.

Não existe uma fórmula certa para discorrer sobre a justificativa. Pode partir de um contexto entre necessidade e busca da solução, uma notícia, citação ou uma estória. O mais importante é mostrar que o tema é relevante para o avanço científico.

7. Metodologia

Ao chegar nesta etapa do pré-projeto, muitos estudantes ficam em dúvida sobre o que colocar. Em resumo, este espaço pede para descrever o tipo de pesquisa que será realizada, as fontes, os processos e as principais ferramentas.

A metodologia pode ser classificada quanto à finalidade, objetivos, abordagem, métodos e procedimentos. Deve ser baseado em cinco tipos de pesquisa. Nela, devem ser informadas quais são os tipos de pesquisas e os motivos pelas quais você escolheu.

Podem ser aplicados questionários com perguntas fechadas para ter uma amostra de público-alvo ou um questionário online com o Google Docs, para explicar o uso dessa ferramenta na coleta de dados.

8. Referencial teórico

O referencial teórico, também chamado de revisão de literatura, é o momento para incluir os autores e as linhas de pensamento que servirão de base para o estudo proposto. Para falar sobre o referencial teórico é preciso construir um texto e encaixar as referências de uma forma que faça sentido. Não se devem reproduzir os trechos das obras.

Para a segunda etapa deve-se determinar o ponto de vista e a palavra de ligação deve ser a última etapa dos objetivos específicos.

Os pesquisadores iniciantes costumam sentir muita dificuldade nessa etapa. Para se tornar mais fácil, ofereça algum indicativo para que o leitor compreenda qual a visão inicial sobre a parte teórica do seu projeto. Para isso, lembre-se de incluir diferentes autores e abordagens no referencial teórico, pois assim será possível enriquecer o conteúdo da pesquisa e torná-la mais significativa.

9. Cronograma

O cronograma é um elemento pós-textual dentro do pré-projeto. Ele determina as datas e os prazos para executar as principais etapas da pesquisa, por isso garante a organização do aluno.

Você deve ter uma data de início e de entrega do pré-projeto, portanto, é importante estipular datas para desenvolvimento de cada tópico do projeto: introdução, desenvolvimento, coletas de dados para estudo de caso, qualificação, conclusão, formatação, revisão ortográfica e todos os outros.

O cronograma pode ser montado na forma de uma tabela. Mas, não é um item obrigatório, porém pode ser de grande ajuda.

10. Referências bibliográficas

No final do pré-projeto, reserve um espaço para incluir as referências bibliográficas que foram utilizadas para escrever o planejamento. É um elemento obrigatório pós-textual e deve ser estruturado conforme norma da ABNT.

Você deve viabilizar a identificação, localização e consulta de todas as obras que forneceram conteúdos para a pesquisa.

MODELO DE PRÉ PROJETO DE PESQUISA

MODELO 1

CAPA DO PROJETO

NOME(S) DO(S) ALUNO(S)

(tamanho 14 – maiúsculo – negrito – digitado(s) após a margem superior – em ordem alfabética)

 

TÍTULO DO TRABALHO

(tamanho 16 – maiúsculo – negrito – centralizado)

 

BATATAIS

2019

(tamanho 14 – maiúsculo – centralizado – negrito)

FOLHA DE ROSTO DO PROJETO

NOME(S) DO(S) ALUNO(S)

(tamanho 14 – maiúsculo – negrito – digitado(s) após a margem superior – em ordem alfabética)

TÍTULO DO TRABALHO

(tamanho 16 – negrito – maiúsculo – centralizado)

Projeto apresentado ao Centro Universitário Claretiano para inscrição do trabalho de monografia vinculado ao curso (nome do curso) _______________sob a orientação do(a) Profº(ª)________

______________________________.

(tamanho 12 – negrito – maiúsculo e minúsculo – alinhado a 1 cm da margem direita – justificado – espaçamento simples)

BATATAIS

2019

 (tamanho 14 – centralizado – negrito – maiúsculo)

(Obs: As linhas são simbólicas. O aluno deverá confeccionar o trabalho em parágrafo duplo, fonte Time News Roman – tamanho 12)

MODELO 1

PROJETO DE PESQUISA

• Definição do tema:

O tema é o assunto que será estudado no TCC. Ele é escolhido conforme as experiências que o estudante adquiriu por meio dos livros ou da prática profissional. Para escolher o tema do TCC, escreva em um caderno aquilo que você pretende produzir na monografia.

A delimitação do tema se divide em quatro etapas:

Definir o tema;

Definir o problema da pesquisa;

Definir os limites da pesquisa;

Montar o projeto de pesquisa.

• Escolha do(s) problema(s) ou definição do(s) objeto(s):

O problema de TCC é a dificuldade que você deseja resolver com a sua pesquisa. Depois de escolher o tema do trabalho de conclusão de curso, é chegado o momento de definir o problema de TCC.

Objeto de estudo é o foco, o eixo central de sua investigação: não é o assunto, mas o quê dentro de um assunto geralmente vasto lhe chama atenção. Sem definir objeto de estudo todo trabalho de pesquisa resulta em confusão e perda de tempo.

• Definição da base teórica e conceitual:

A base teórica é um elemento fundamental para a sustentação de qualquer pesquisa científica. É o que permite que um pesquisador seja capaz de situar seu problema e suas inquietações no âmbito das áreas de saber onde estão inseridas.

Fundamentação teórica ou Referencial teórico é um dos elementos da pesquisa científica que consiste na revisão de textos, artigos, livros e todo material pertinente da área ou do assunto estudado.

• Formulação de hipóteses:

As hipóteses do TCC são afirmativas que tentam responder ao problema de pesquisa. Essas ideias surgem no início ou no decorrer do processo investigativo, com base no conhecimento que o estudante tem sobre o assunto. Uma boa hipótese é aquela que possa ser contestada, ou seja, confrontada com os dados da realidade.

• Justificativa:

A justificativa respeita 4 regras valiosas que são:

  1. O porquê (motivo pelo qual este tema foi escolhido),
  2. O que (qual a função do projeto),
  3. Quem (público alvo da obra)
  4. E base (fonte de informações onde seu trabalho está baseado).

A justificativa costuma ser um texto curto (cerca de 100 a 200 palavras), geralmente de um único parágrafo, que serve para apresentar um argumento muito convincente para aquele patrocinador específico. Você deve argumentar de forma lógica, clara e direta porque vale à pena financiar a sua ideia e não outra.

• Objetivos:

Objetivo geral e objetivos específicos são elementos fundamentais para a realização de trabalhos acadêmicos, como o TCC. O objetivo geral deve resumir e apresentar a ideia central de um trabalho, descrevendo também a sua finalidade. Resumir e apresentar a ideia central de um trabalho acadêmico. Então ele deve expressar de forma clara qual é a intenção daquele projeto de pesquisa que descreve e delimitar qual será o escopo do trabalho.

Por isso, o objetivo geral deve expressar a delimitação do tema.

Um aspecto importante dos objetivos geral e específico é a linguagem utilizada para sua redação.

Então o ideal é sempre utilizar verbos no infinitivo no início do enunciado dos objetivos, isto é, verbos terminados em: ar, er ou ir.

Portanto, utilizar os verbos nesta forma facilita a compreensão do que se busca alcançar no trabalho e podem ser classificados nas seguintes categorias:

Verbos usados em objetivos específicos para indicar conhecimento

registrar;

definir;

identificar;

nomear;

especificar;

exemplificar;

enumerar;

citar.

• Metodologia:

A Metodologia do TCC é a descrição do seu processo de pesquisa, ou seja, COMO você pretende fazer a sua pesquisa. E, para apresentar a Metodologia do TCC, você precisa considerar 3 Passos: TIPO DE PESQUISA – a natureza da sua pesquisa, ou seja, se ela é exploratória, descritiva ou explicativa.

  • Cronograma (sugestão):

O Cronograma é um instrumento de planejamento de atividades no tempo. Normalmente integra o Projeto de Pesquisa. Em meio a diversos afazeres pessoais e profissionais, é necessário que o pesquisador estabeleça prazos para realizar as tarefas relacionadas à pesquisa.

  • Referências bibliográficas

1) ORDEM ALFABÉTICA ÚNICA

Em primeiro lugar, observe a ordem alfabética. Inicie pelo sobrenome do autor. Em caso de entidades autoras, a regra é seguir pelo título da entidade.

2) UTILIZAR ESPAÇAMENTO SIMPLES

Também não se esqueça de alinhar todas as referências à margem esquerda.

3) O TÍTULO DEVE ESTAR EM DESTAQUE

O destaque pode ser feito em itálico, sublinhado ou negrito. Subtítulos não recebem destaque.

4) OS SOBRENOMES DEVEM ESTAR EM CAIXA ALTA

Os nomes apenas com letra maiúscula.

PRINCIPAIS ATUALIZAÇÕES DA REFERÊNCIAS DA ABNT

Antes de mais nada você deve saber que a nova norma ABNT NBR 6023: Referências foi publicada em novembro de 2018 e apresentou várias mudanças.

1) QUANTIDADE DE AUTORES A SEREM INFORMADOS

Em caso de referência de até 3 autores: sempre indicar todos;

Assim, quando forem quatro ou mais autores: convém indicar todos, mas também se permite que se indique apenas o primeiro, seguido da expressão et al.

2) O USO DE TRAÇO NA LISTA DE REFERÊNCIAS

Igualmente aquele traço “_______” que era utilizado para indicar obras com o mesmo autor e de mesmo autor e título foi extinto na versão atual da norma.

3) USO DE “<>” EM LINKS FOI RETIRADO

Essa talvez seja a modificação mais importante!

Agora, nas referências de documentos de acesso online foram suprimidos os sinais < > que eram utilizados antes e depois do link de acesso.

4) SUPRESSÕES EM TÍTULO LONGO

Além disso, as indicações de supressões de parte de um título ou subtítulo longo podem ser realizadas desde que não seja alterado o sentido.

Deve ser indicado por reticências entre colchetes […].

NORMAS DA ABNT

FORMATAÇÃO ABNT

A formatação exigida pelas Normas ABNT são:

  • Papel: A4 – cor branca
  • Fonte: Times New Roman ou Arial- tamanho 12 – cor: preta. Nas citações com mais de 3 linhas, notas de rodapé, legendas e tabelas a fonte deve ter o tamanho 10.
  • Itálico: Deve ser usado nas palavras de outros idiomas. Esta orientação não se aplica às expressões latinas apud e et al.
  • Margens: Direita e inferior: 2cm / Esquerda e superior: 3cm
  • Parágrafos / Espaçamento: 1,5 entre linhas;

As referências devem ser separadas umas das outras com espaçamento duplo.

MODELO DE TCC

Capa

A Capa deve conter o nome da instituição, curso, autor, título do trabalho, cidade e ano.

FOLHA DE ROSTO

A Folha de rosto apresenta nome do autor, título, cidade e ano e uma breve nota descritiva, que deve conter o objetivo do trabalho e o nome do orientador. Assim como a capa, também é considerado um elemento pré-textual obrigatório, ou seja, não pode faltar no TCC.

FOLHA DE APROVAÇÃO

A folha de aprovação deve ser inserida logo após a folha de rosto. Ela não deve conter indicativo numérico, pois se trata de um elemento pré-textual. As informações importantes são: nome do autor da pesquisa, título e subtítulo, tipo de trabalho, nome da instituição e data de aprovação. Também é fundamental incluir nome, titulação e espaço para assinatura de cada membro da banca.

DEDICATÓRIA/AGRADECIMENTOS

Você quer homenagear alguém ou agradecer às pessoas que ajudaram na elaboração do trabalho? Então use o espaço de Dedicatória/Agradecimentos. Essa parte do trabalho não é obrigatória, portanto, é recomendado ser bem simples e breve na elaboração do texto.

RESUMO

O Resumo é um texto que deve ter, preferencialmente, entre 150 e 500 palavras. No TCC, ele sintetiza em um único parágrafo as ideias do trabalho.

Para escrever um resumo perfeito, é necessário finalizar a pesquisa, iniciar o texto falando sobre o tema principal e abordar os principais tópicos trabalhados ao longo do TCC. Não se esqueça de usar sempre frases objetivas, curtas e escritas em voz ativa. Abaixo do texto do resumo, adicione uma sequência de palavras-chave, ou seja, termos que caracterizam a pesquisa.

Depois de fazer o resumo na língua vernácula, você terá que traduzir o mesmo conteúdo para língua estrangeira. O Abstract  tem a mesma formatação do Resumo, só que tudo deve ser escrito em inglês.

LISTAS

As listas são usadas para organizar figuras, tabelas, símbolos, abreviaturas e siglas. A identificação de cada elemento deve ser apresentada da seguinte forma: nome específico, travessão, título e número da página onde se encontra.

SUMÁRIO

O Sumário é um item obrigatório no trabalho de conclusão de curso. Ele serve para apresentar as enumerações das páginas e as respectivas seções do trabalho. O alinhamento é à esquerda, sem recuo. O espaço das entrelinhas deve ser de 1,5. O tamanho da fonte é 12. Definindo as marcações corretamente, você pode gerar o sumário de forma automática através do editor de texto Word.

ELEMENTOS TEXTUAIS

Os elementos textuais compõem a pesquisa científica. São eles: introdução (parte inicial), desenvolvimento (parte principal) e conclusão (parte final).

ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS

O estudante não pode se esquecer de que também existem os elementos pós-textuais, ou seja, aqueles que são colocados após a conclusão. As referências bibliográficas correspondem ao único elemento obrigatório dessa parte do trabalho. No entanto, também é possível inserir apêndice, anexo, glossário e índice (tudo para deixar o trabalho mais completo e a banca mais satisfeita).

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

LIVRO

O que deve conter na referência: sobrenome do autor em caixa alta, nome do autor, título em negrito, edição, cidade, editora e ano de publicação.

Exemplo:

PELCZAR JUNIOR, J. M. Microbiologia: conceitos e aplicações. 2. ed. São Paulo: Makron Books,. 1996.

SITE

O que deve conter na referência: sobrenome do autor, nome do autor, título do texto, ano, link e data de acesso.

Exemplo:

MORETTI, Isabella. “Regras da ABNT para TCC: conheça as principais normas”. 2019. Disponível em: https://viacarreira.com/regras-da-abnt-para-tcc-conheca-principais-normas. Acesso em: 15/01/2019.

CAPÍTULO DE LIVRO

O que deve conter na referência: sobrenome do autor em caixa alta, nome do autor do capítulo. Título do capítulo. In: sobrenome do organizador do livro em caixa alta, nome do organizador do livro. Título da obra em negrito. Local: Editora, ano, página inicial – página final.

Exemplo:

RECUERO, Raquel. Atos de ameaça à face e à Conversação em Redes Sociais na Internet. In: PRIMO, Alex (Org.). Interações em Rede. Porto Alegre: Editora Sulina, 2016. p. 51-69.

ARTIGO CIENTÍFICO

O que deve conter na referência: sobrenome do autor do artigo em caixa alta, nome do autor. Título do artigo. Nome da revista em negrito, volume, número, página inicial-final, mês abreviado, ano.

Exemplo:

NEVES, Sandra Helena. Sustentabilidade no campo: técnicas para colocar esse conceito em prática. Revista Brasileira de Engenharia, v. 6, n. 2, p. 27-39, jun, 2010.

ANAIS ELETRÔNICOS DE EVENTOS

O que deve conter na referência: sobrenome do autor em caixa alta, nome do autor. Título. In: nome do evento em caixa alta e sem negrito, mês, ano, local de realização. Escreva Anais em negrito. Local, ano. Escreva Disponível em: endereço eletrônico Acesso: mês abreviado e ano.

Exemplo:

FERREIRA, Leandro. Uso das redes sociais nas escolas públicas de São Paulo. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE MÍDIAS DIGITAIS, 02, 2016, Belo Horizonte. Anais […]. Belo Horizonte: Faculdades Integradas de BH, 2016. Disponível em: http://www.cbmd.com.br/trabalhos/560.pdf. Acesso em 12 de fev. 2017.

REPORTAGEM DE JORNAL

O que deve conter na referência: sobrenome do autor em caixa alta. Título da reportagem. Nome do jornal em negrito, local, ano, número da publicação, página, dia, mês, ano.

Exemplo:

DONATO, José. Impressora 3D transforma o mundo. Correio do Amanhã. Rio de Janeiro, ano 90, n. 230, p. 45, 3 mar. 2015.

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6023: informação e documentação: referências: elaboração. Rio de Janeiro, 2002.

MEDEIROS, João Bosco; ANDRADE, Maria Margarida. Manual de elaboração de referências bibliográficas: a nova NBR 6023:2000 da ABNT: exemplos e comentários. São Paulo: Atlas, 2001.

NUNES, Luiz Antonio Rizzatto. Manual da monografia jurídica. 3ª ed. São Paulo: Saraiva, 2001.

RODRIGUES, André Figueiredo. Como elaborar referência bibliográfica. 7. ed. São Paulo: Humanitas, 2008.

SEVERINO, Antonio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 22ª ed. São Paulo: Cortez, 2001.

Data da conclusão/última revisão: 22/9/2019

Envie sua colaboração

Benigno Núñez Novo

Advogado, doutor em direito internacional pela Universidad Autónoma de Asunción (UAA).

Inserido em 27/09/2019

Parte integrante da Edição no 1654

Código da publicação: 5160

Ferramentas

Este artigo já foi acessado 154 vezes.

Versão para impressão

Mensagem para o autor do artigo.

Citação deste artigo, segundo as normas da ABNT:

NOVO, Benigno Núñez. Manual para a construção de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC)Boletim Jurídico, Uberaba/MG, a. 13, no 1654. Disponível em: <https://www.boletimjuridico.com.br/ doutrina/artigo/5160/manual-construcao-trabalho-conclusao-curso-tcc-> Acesso em: 21  out. 2019.

Atenção

As opiniões retratadas neste artigo são expressões pessoais dos seus respectivos autores e não refletem a posição dos órgãos públicos ou demais instituições aos quais estejam ligados, tampouco do próprio BOLETIM JURÍDICO. As expressões baseiam-se no exercício do direito à manifestação do pensamento e de expressão, tendo por primordial função o fomento de atividades didáticas e acadêmicas, com vistas à produção e à disseminação do conhecimento jurídico.