Concursos Públicos: Concurso para Defensor Público do Amazonas: provas chegam às salas com lacre violado e Fundação Carlos Chagas nega fraude - Boletim Jurídico  

Browser não suportado!!!
Para melhor visualização, o Boletim Jurídico recomenda a utilização do Mozilla Firefox ou Google Chrome

 

 

Concurso para Defensor Público do Amazonas: provas chegam às salas com lacre violado e Fundação Carlos Chagas nega fraude

Inserido em 08/03/2018

.

Em concurso para Defensor Público do Estado do Amazonas realizado pela Fundação Carlos Chagas no último domingo, 04/03/2018, na Faculdade Metropolitana de Manaus, os candidatos de pelo menos quatro salas constaram que os envelopes de provas estavam violados, gerando suspeitas de fraude entre os candidatos.

A Fundação Carlos Chagas reconheceu que os pacotes contendo as provas das salas 16, 17, 18 e 19 realmente estavam com a lateral aberta, atribuindo o fato ao transporte do material. A organizadora salientou ainda que os pacotes de provas foram transportados em caixas lacradas até a Faculdade onde foi aplicada a avaliação, e que, ao seu sentir, “não houve qualquer prejuízo à segurança do concurso e que a idoneidade e a lisura do certame foram preservadas.

O Portal Boletim Jurídico apurou que diversos candidatos se sentiram prejudicados e, ao menos uma, recusou-se a fazer a prova e registrou ocorrência policial sobre o fato.

Há informações também de que o Ministério Público solicitou junto ao Tribunal de Contas a anulação da avaliação, porém até o fechamento dessa reportagem o pedido ainda não havia sido apreciado pelo órgão.

Reincidência

É importante destacar que não é a primeira vez que suspeitas de fraude envolvem a Defensoria Pública do Amazonas. Em 2011, o órgão teve seu concurso para o mesmo cargo anulado em virtude de suspeitas de fraude. Segundo um Jornal Local (D24am.com), naquele certame, as notas na primeira fase de parentes de Defensores Públicos do Estado figuraram entre as mais altas. Segundo referido jornal, um deles, com 80 pontos, disse em depoimento às autoridades que “chutou” as respostas.

Com informações do G1 Amazonas.

Inserido em 08/03/2018

Fonte: Concursos Públicos

Esta página já foi acessada 519 vezes.

Deixe seu comentário