Browser não suportado!!!
Para melhor visualização, o Boletim Jurídico recomenda a utilização do Mozilla Firefox ou Google Chrome

Portal Boletim Jurídico - ISSN 1807-9008 - Brasil, 14 de novembro de 2019

As sementes da advocacia

 

Ricardo Régis Oliveira Veras

 

Certa vez uma cliente buscou um advogado para fins de prestações de serviços particulares. Após uma longa entrevista, ela afirmou que não se encantava pela advocacia como um todo, por força de advogados, tais qual seu constituinte, defenderem a honra e o bem estar de bandidos contumazes da criminalidade e da transgressão dos bons costumes.

Em princípio o patrono pareceu ceder às tentações de sua primada cliente e chegou inclusive a sustentar que o advogado só está obrigado a defender causas em que for politicamente e eticamente correto. No entanto, como o sussurrar de uma brisa, surgiu uma resposta coerente e retrucou à prezada senhora que médicos da mesma sorte que advogados estão igualmente obrigados a socorrerem criminosos acometidos de doenças ou vítimas de lesões. Dessa sorte, o Direito não discrimina pessoas por seus traços constitutivos característicos, mas por meio de ações e emanações de vontade destas pessoas.

O exemplo acima retrata como a imagem do advogado é percebida e processada pela sociedade. A busca por uma identidade social é uma preocupação de qualquer profissão lícita, sem que essa procura jamais alcance o seu fim imanente. Concerne a advocacia a um conjunto de ações e a preocupação com o bem servir. O que muda acerca de um advogado para outros agentes da sociedade é a pulsação, a cor e a vibração por uma causa que entenda ser justa e necessária. O causídico é partidário e não indiferente a uma realidade: age, pois, com a parcialidade de seus recursos e intenta buscar a paz social como o corolário da harmonia entre os diversos setores produtivos ou não.

Do que seria um mundo sem um partidário, sem um defensor: talvez um mundo sem cor e estéril. Para ser válida a advocacia é preciso semear e fecundar o solo. Para tanto é necessário encarar os desafios das intempéries do espaço e o mau humor do tempo...

Data de elaboração: janeiro/2008

Envie sua colaboração

Ricardo Régis Oliveira Veras

Advogado.

Inserido em 19/02/2008

Parte integrante da Edição no 257

Código da publicação: 1914

Ferramentas

Este artigo já foi acessado 15425 vezes.

Versão para impressão

Mensagem para o autor do artigo.

Citação deste artigo, segundo as normas da ABNT:

VERAS, Ricardo Régis Oliveira. As sementes da advocaciaBoletim Jurídico, Uberaba/MG, a. 5, no 257. Disponível em: <https://www.boletimjuridico.com.br/ doutrina/artigo/1914/as-sementes-advocacia> Acesso em: 14  nov. 2019.

Atenção

As opiniões retratadas neste artigo são expressões pessoais dos seus respectivos autores e não refletem a posição dos órgãos públicos ou demais instituições aos quais estejam ligados, tampouco do próprio BOLETIM JURÍDICO. As expressões baseiam-se no exercício do direito à manifestação do pensamento e de expressão, tendo por primordial função o fomento de atividades didáticas e acadêmicas, com vistas à produção e à disseminação do conhecimento jurídico.